Connect with us

Notícias

RAMAGEM É EXONERADO DO CARGO DE COORDENADOR DE SEGURANÇA DO PRESIDENTE

Published

on

O Coordenador da segurança de Jair Bolsonaro na eleição em 2018, o delegado da Polícia Federal (PF) Alexandre Ramagem foi exonerado, nesta quinta-feira (31), no cargo de diretor-geral da Agência Brasileira de Inteligência (Abin).

A exoneração foi publicada no “Diário Oficial da União (DOU)”, assinada pelo presidente Jair Bolsonaro e pelo general Augusto Heleno, do Gabinete de Segurança. O substituto ainda não foi nomeado.

O motivo da saída ainda não foi informado, mas pode ter relação com as eleições de outubro. A Lei de Inelegibilidades define que os ministros que desejam se candidatar precisam deixar os cargos até seis meses antes do primeiro turno – em 2022, esse prazo termina no próximo sábado (2).

Ainda na Polícia Federal, o governo também dispensou o diretor de Inteligência da PF, Rodrigo Carneiro Gomes, substituído por Alessandro Moretti. O corregedor-geral da PF, João Vianey Xavier Filho, foi nomeado para o cargo de diretor de Tecnologia da Informação da PF.