Connect with us

Notícias

FUNAI JÁ ENTREGOU MAIS DE 1 MILHÃO DE CESTAS BÁSICAS A INDÍGENAS NA PANDEMIA

Published

on

A Fundação Nacional do Índio (Funai) já entregou mais de 1,3 milhão de cestas básicas a indígenas desde o início da pandemia. São cerca de 30 mil toneladas de alimentos distribuídas a mais de 200 mil famílias. A medida garantiu a segurança alimentar em aldeias de todo o país, num grande esforço da fundação em levar itens da alimentação básica diretamente às comunidades indígenas.

Além do conforto alimentar, a medida foi fundamental para evitar a disseminação do novo coronavírus entre os indígenas, pois contribuiu para que eles permanecessem nas aldeias e evitassem deslocamentos, reduzindo o risco de contágio. Além das cestas básicas, a fundação distribuiu mais de 221 mil kits.

As cestas foram obtidas com recursos próprios, por meio de ações e adquiridas com recursos do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos e do Ministério da Cidadania. A Funai atuou na entrega dos produtos diretamente às famílias beneficiadas, comtemplando locais de difícil acesso. Em muitas ações, a Funai contou com o apoio de parceiros como o Exército e a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

Ao todo, a Funai já destinou aproximadamente R$ 103 milhões para ações de prevenção à covid-19, com destaque para o suporte a barreiras sanitárias, a fim de impedir o ingresso de não indígenas nas aldeias. O órgão investiu também em fiscalização de Terras Indígenas, fortalecendo ações de combate a crimes ambientais nessas áreas, como garimpo e extração ilegal de madeira. As atividades foram fundamentais para coibir ilícitos e garantir a proteção das comunidades, prevenindo o contágio dos indígenas pela covid-19.

A Funai investiu ainda no suporte a atividades produtivas nas aldeias, que buscaram proporcionar a autossuficiência alimentar e econômica. Os recursos foram destinados a atividades de piscicultura, roças de subsistência, confecção de artesanato, produção agrícola, casas de farinha, casas de mel, entre outros. A intenção foi fazer com que os indígenas mantivessem a produção, além colaborar para que, no período pós-pandemia, as etnias investissem em processos de geração de renda.

Principais ações da Funai no combate ao coronavírus:

• R$ 103 milhões investidos em ações preventivas
• 1,3 milhão cestas básicas entregues a indígenas (recursos próprios, doações e itens adquiridos com recursos do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos e do Ministério da Cidadania)
• 221,2 mil kits de higiene e limpeza distribuídos a indígenas de todo o país
• R$ 66,7 milhões investidos em segurança alimentar
• R$ 26 milhões investidos em etnodesenvolvimento
• Central de Atendimento da Funai à Covid-19
• Campanha Empresa Solidária
• Suspensão das autorizações para ingresso em Terras Indígenas
• Suporte a barreiras sanitárias
• R$ 55 milhões investidos em ações de fiscalização em Terras Indígenas
• 200 mil itens de EPIs enviados às unidades descentralizadas da fundação