Estamos nas redes

Cidade

Mais segurança para as crianças de 5 a 11 anos: Vacina da Pfizer/BioNTech

Publicado

de

Resultados preliminares foram apresentados pela Pfizer a pela BioNTech; este é o primeiro estudo feito com esse grupo

A Pfizer e a BioNTech anunciaram que a vacina contra a covid-19 desenvolvida pelos dois laboratórios é “segura” para  crianças de 5 a 11 anos, de acordo com estudo divulgado nesta segunda-feira (20/9). Esta é a primeira vez que uma pesquisa é feita com esse grupo. 

O imunizante foi administrado com uma dose menor, mas gera uma reação parecida com a do grupo de 12 a 16 anos.

Os dados são preliminares e ainda precisam passar por avaliação de outros cientistas para serem publicados em revista científica.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e a Europa já autorizaram o uso da vacina da Pfizer para maiores de 12 anos. Porém, no Brasil, na última semana o Ministério da Saúde voltou atrás e tirou a recomendação da aplicação para este grupo.

De acordo com a pasta, a vacinação para este grupo só é recomendada em adolescentes com comorbidades. Antes dessa mudança, vários estados e o Distrito Federal já tinham começado a imunização dos adolescentes.

Este são resultados parciais de um estudo feito com 4,5 mil crianças entre 6 meses e 11 anos nos Estados Unidos, Finlândia, Polônia e Espanha. A expectativa é de que os resultados da faixa etária de 6 meses até 5 anos sejam divulgados ainda neste ano.